FANDOM


(A cena se abre do lado de fora do Colégio Middleton. A placa diz "Festa da Social. Sexta Feira".)
Ron: Rufus? Rufus? Chega aí!
Kim: E aí, Ron!
Ron: Ssh, É que o Rufus sumiu.
Kim: Ah. Será que ele não hibernou?
Ron: Acho que não. É a Semana da Social. Se ele perder isso, vai ficar arrasado.
(As coisas no armário do Ron caem.)
Ron: Rufus!
(Rufus começa a subir pelo corpo de Ron.)
Ron: Ho-hey-hey! Ho-ho! Rufus!
Rufus: (Bocejando)
Kim: Uma toupeira careca. Ô Ron, já pensou em ter um bichinho normal?
Ron: Tipo o que?
Kim: Um bicho não careca.
Rufus: (Mostra a língua.)
Ron: Nunca seja normal! Esse é o lema de Ron Stoppable.
Kim? Kimmy? (Sotaque Espanhol) Kim Possible?
(Ron vê que Kim está olhando para Josh Mankey.)
Ron: (Descontente) Ah, Josh Mankey.
Rufus: (Ância) Mankey!


Ron: Ei, Kim. Alguém pode pensar que você ta caída pelo Mankey.
Rufus: Ah, Mankey!
Ron: Kim? Hã?
(Sem que Ron perceba, Kim vai para perto de Josh.)
Josh: O que achou do cartaz?
Kim: Ah, é, eu adorei, tipo assim, eu achei totalmente, sabe, é...
Josh: Oi, você é a Kim Possible. Deu no jornal semana passada, salvou o embaixador.
Kim: Ah, é, fui eu sim.
Josh: Foi legal.
Kim: Foi? (Rindo) Obrigada. Tchau!

(O sinal toca.)
Kim: Eu nem consigo formar uma frase perto do Josh. Como é que vou chamá-lo pra festa de sexta?
Ron: Vai com o Mankey? Sei lá, Kim, não acha que ele se sentir meio sem graça... Conosco?
Kim: Nós?
Ron: É, nós estamos sempre juntos.
Kim: É, mas isso você sabe, é a amizade. E dessa vez, eu queria encontrar um, você sabe…
Ron: Inimigo?
Kim: Namorado!
Ron: Namorado. Ah, tá. Namorado de namorar. Namoro de namorar. De beijinho. Ah, tá, tá. Ah, eu posso fazer isso também.
Kim: Ótimo. Mas quem é que você vai convidar?
Ron: Ah, eu sei lá. Tem tantas na minha lista.

(O Kimmunicador toca.)
Kim: Oi Wade, e aí?
Wade: Te vejo no armário.
(Kim e Ron vão até o armário. Wade aparece no monitor.)
Wade: Não acredita quantas pessoas visitam essa página. Todas querem ajuda!
(Uma lista com todos os pedidos é impressa.)
Ron: A Sra. Gillmore quer que alimente seus gatos. Por uma semana.
Kim: Ai! Sete dias, oito gatos.
Ron: Uma caixa de areia. O seu website diz que pode fazer qualquer coisa, mas você tem que impor um limite.
(Ron dá outra olhada na lista)
Ron: Ih, internacional. Tóquio! Adoro os franceses.
Wade: Essa é uma emergência. Vou enviar o filme da segurança.
(A gravação aparece no monitor.)
Drakken (Gravação): Ha-ha!
Kim: Wow, volta e congela, Wade.
Kim: Dr. Drakken.
Ron: Nosso arqui-inimigo. Seu arqui-inimigo. É que ele nem sabe o meu nome.
Kim: Vem, Ron. Vamos à jato.
Ron: Ah, que demais! Vamos à Tóquio no meio da semana. Como é que nós vamos chegar lá?
Kim: Eu ligo pra uma amiga.

(No Jato de Britina.)
Ron: Woo-hoo, isso que é vida.
Kim: Valeu a carona, Britina.
Britina: Kim, ah, é o mínimo a fazer depois que salvou meu show em Chicago.
Kim: Ah, nada demais. Fogo no camarim foi moleza.
Britina: Pra você, talvez. Deve ser o máximo não ter medo de nada.
Kim: Ah, corajosa é o que eu não sou.
Ron: Ah, qual é! Eu já vi você enfrentar tubarões de mãos vazias.
Britina: É, o que pode te dar medo?
Kim: O nome dele é Josh Mankey.
Britina: Ooh! Um caso de amor.
Kim: Eu me sinto ridícula ao lado dele.
Britina: Vai fundo. Qual a pior coisa que pode acontecer?
Ron: Mas, Britina, uma super estrela pop deve ter saudades de coisas como festas da escola, com, você sabe, garotos normais?
Britina: Verdade.
Ron: Sexta. Festa. Você. Eu. Garoto normal.
Britina: Não.
(Buzina.)
Ron: Viu? Não foi tão difícil.
Kim: Só de pensar...

(A cena muda para a fábrica de vídeo games Z-Boy. Sirenes podem ser ouvidas.)
Yoshiko: Obrigada por ter vindo, Kim Possible. Eu sou Yoshiko, interprete de Nakasumi-san.
(Ron arruma o cabelo para paquerar a tradutora.)
Ron: Eu procuro a felizarda que vai a uma festa comigo.
(Yoshiko traduz o que Ron falou anteriormente para seu patrão. Nakasumi fica visivelmente sem graça e dá uma resposta através de sua interprete.)
Yoshiko: Ah, Nakasumi-san diz que fica muito feliz, mas devido a crise vigente, ele não acha muito apropriado ir a uma festa.
Ron: Não! Não é ele! É que—
Kim: Qual é o problema?
Yoshiko: O problema é que eles tomaram a fábrica toda. Há trabalhadores lá dentro.
Kim: Quantos são?
Yoshiko: Dois.
Ron: Dois mil?
Yoshiko: Não, só dois. Essa é a fábrica mais automatizada do mundo.

(A cena muda para Kim e Ron, que vão entrar na fábrica usando ganchos. Kim consegue subir facilmente até o topo do prédio.)
Ron: Pera ae!
(Ron perde as calças, que vão parar no topo da fábrica.)
Ron: Aaargh!
Kim: Ron, quer parar com a brincadeira!
Ron: Eu já tô indo.
(Ron perde a blusa.)
Ron: Ahh! Droga!
Kim: Engraçadinho.
Ron: A terceira é pra valer.

(Já no topo do prédio, Kim e Ron observam a atividade no local pela claraboia.)
Kim: O que o Drakken veio fazer numa fábrica de videogames?
Ron: Dã! Sabe o que essa fábrica produz?
Kim: Videogames?
Ron: O Z-Boy. O sistema gráfico mais rápido do mundo!
Kim: E daí? É só um videogame.
Ron: Não chega as prateleiras antes do Natal. Vai ser o melhor presente do mundo. (Surpreso) Drakken quer roubar o Natal!
Kim: Ron, eu conheço bem o meu inimigo. O Drakken quer conquistar o mundo.
Ron: Ele quer roubar o Natal!
Kim: Conquistar o mundo!
(Enquanto descem as escadas.)
Ron: Roubar o Natal.
Kim: Conquistar o mundo.
Ron: Roubar o Natal.
Kim: Ele quer conquistar o mundo.
Ron: Roubar o Natal.
(Os dois estão escondidos entre uma pilha de caixas.)
Kim: Ssh! Tá, deixa pra lá.
(Kim pega um espelho)
Ron: Kim, o Drakken está com reféns aqui. Isso é hora de retocar a maquiagem?
Kim: (Olhando no espelho) Já vi os reféns. (Surpresa) Aaai, eu não acredito!
Ron: O que?

Kim: Acho que vi uma espinha. Alarme falso. Tudo bem, eu solto os reféns, você pega isso (Kim da o Kimmunicador pro Ron.) e pluga no vídeo.
Ron: Como assim, eu...?
Kim: Distrai ele.
Ron: Ai, eu sou sempre a distração.

(O computador fica repetindo "Konnichiwa" o tempo todo.)
Drakken: Desenhos fazem meus olhos arder. Não dá pra desligar isso?!
(Um dos reféns balança a cabeça, dizendo que não.)
Drakken: Vamos lá, ponham mais força! Andem!
(Shego chega perto de Drakken.)
Shego: Dr. Drakken?
Drakken: (Assustado) Aaaah! Shego! Nunca se esgueire desse jeito.
Shego: Ah! Mas eu não me esgueirei.
Drakken: Ninjas fazem mais barulho que você, Shego. Pare!
(Todos param o que estão fazendo.)
Ron: Qualé! A TV da Toupeira Careca está no ar!
Drakken: Essa voz.
Shego: É aquele apêndice tolo da Kim Possible.
Drakken: Eu nunca lembro o nome dele.
Ron: É Ron Stoppable!
Kim: (Para os reféns) Sssh.
(A heroína liberta os dois prisioneiros com um laser.)
Ron: Ao vivo e a cores. Diretamente de... Não estão loucos para saber?
(Drakken descobre de onde Ron está transmitindo as imagens.)
Ron: É, malfeitores. É o show do Rufus e do Ron!
(Rufus mostra a língua.)
(Uma empilhadeira vem em alta velocidade em direção de Ron.)
Ron: Aaargh!
(O veículo prende Ron na parede.)
Drakken: Show cancelado. (Gargalhando)

Kim: Ron!
Shego: Kim Possible!
Drakken: Ah, dela eu me lembro. E aí, Kim Possible, vai tentar estragar o meu plano?
Shego: Vê se não vai contar o plano pra ela.
Drakken: Eu cuido disso, Shego.
Shego: Ah, tá bom. Eu só sei que toda vez que você se mete a falar um pouco do plano, ela vence.
Drakken: Ah, está bem.
(O vilão aperta um botão. Garras e brocas descem do teto da fábrica, perfurando e agarrando o equipamento. Capangas são vistos colocando ganchos em parte do maquinário da fábrica. Tudo é puxado por um helicóptero.)
Shego: Vamos!
Drakken: (Gargalhando)
Ron: Rápido, cadê nosso helicóptero?
Kim: Nós não temos um.
Ron: Ah, que pena.


(Na casa dos Possible.)
Dr. Possible: Não posso acreditar. O tal Dr. Drakken roubou uma fábrica. Parece que dois empregados foram salvos pela famosa heroína adolescente… Ah, Kim Possible. Parabéns, querida.
Kim: Pois é, mas eu deixei o Drakken escapar. Tenho que descobrir o plano dele antes que tente dominar o mundo. Ah, e ainda tem o problema do Josh.
Dr. Possible: Josh? Outro cientista maluco a fim de dominar o mundo, é?
Kim: Antes fosse. Josh é o menino que eu quero levar pra festa.
Dr. Possible: Ah, ora. Você e seu amigo Ronald às vezes vão a eventos sociais juntos.
Kim: É, mas o Ron é amigo e o Josh é um gatinho.
Dr. Possible: (Limpa a garganta) Eu não desistiria sem uma boa briga. Com o Drakken, é claro. É melhor retornar ao caso, tout de suite . E Kimmy, não vamos mais falar de gatinhos pela manhã. Está bem?
Dra. Possible: Quem é gatinho?
Dr. Possible: Não estamos falando disso.
Kim: Josh Mankey. Ah!
Jim e Tim : (Cantando) A Kim tem namorado! A Kim tem namorado!
Kim: Não me façam bater em vocês.
Dra. Possible: Comam o cereal de vocês.

Dra. Possible: Então, esse Josh é bonito?
Kim: É um gatão, mãe.
Dra. Possible: É um gatão? Que bom, né?
Dr. Possible: Bom, eu preferia só “gatinho”.
Kim: O Josh é um cara tão legal, tão esperto e talentoso e ele é meio quieto.
Jim: (Sugando)
Kim: Ai, que coisa feia!
Jim: Você quer saber o que eu acho?
Kim: Não quero.
Jim: Manda um e-mail anônimo pra ele.
Kim: Não posso fazer isso.
Tim: Ah, pode sim. Eles, tipo, passam pela Suécia ou algum lugar assim para não serem rastreados.
Dr. Possible: Hmm. Seu diretor tem recebido e-mails anônimos da Suécia.
Jim e Tim: Ah... Fui!
Dra. Possible: Kimzinha, dizer a um garoto que gosta dele é como entrar em uma piscina muito gelada, respirar fundo e dar o mergulho.

(A cena muda para o Colégio Middleton. A placa do lado de fora diz: “Precisa de um par? Ligue para o Ron”.)
(O Sinal toca)
Kim: Antes do dia acabar, eu vou chamar o Josh para a festa.
Ron: E eu vou chamar... Alguém.
Kim: Seus padrões são tão altos.
Ron: Flexibilidade é chave.
Kim: Boa sorte.
Ron: Eu não preciso.

Dra. Possible: (Na cabeça de Kim) Respirar fundo e dar o mergulho.
(Uma multidão de alunos surge entre Kim e Josh. Quando todos vão embora, a garota percebe que ele sumiu.)
(O Sinal toca.)
Kim: (Suspirando)
(Na biblioteca.)
Ron: Oi, eu sou Ron Stop... Au!
(No refeitório.)
Kim: O Josh vai passar por aquela porta e eu vou falar tudo pra ele.
(Josh passa por trás de Kim. Ela se assusta e acaba cuspindo a bebida em sua boca. Logo depois, ela se esconde debaixo da mesa.)
Ron: Este braço vai te levar à festa de sexta-feira. Quem vai querer pegar?
(Todas as meninas saem da mesa.)
Ron: Que tal o outro braço?

(No ginásio.)
Kim: Respirar fundo e pular de cabeça. Lá vou eu.
Bonnie: Tudo bem, Kim?
Kim: Bonnie?
Bonnie: Eu posso ficar olhando, posso?
Kim: Olhando o que?
Bonnie: Você. O Josh. Ta na cara que você está caída por ele.
Kim: Não estou não.
Bonnie: Tá sim. Vai chama-lo pra festa?
Kim: Por quê?
Bonnie: Acho ótimo.
Kim: É mesmo?
Bonnie: Claro. Tô a fim de ver você se dar mal.
Kim: Talvez ele diga “sim”.
Bonnie: Talvez, mas ele disse não pra garotas bem mais prosas do que você.
Kim: Olha, eu vou chamar mesmo assim.
Bonnie: Vai fundo.
Kim: Eu vou. Depois do nosso treino.

(Música.)
Ron: (Usando o auto falante) Atenção, gatinhas! Eu sou Ron Stoppable. Ao contrario do que possam pensar, eu não namoro a Kim Possible, o que é uma boa notícia pra você, Josh Mankey.

Josh: Oi.
Kim: Ah, não.
Ron: (Usando o auto falante) Existe um raro vazio na minha agenda social para essa sexta. Eu sou um pé de valsa. E obrigado.
(Todas as meninas da torcida riem, exceto Kim.)
Kim: Muito bem, meninas, agora a casinha de cachorro.

(O Kimmunicador toca.)
Ron: (Usando o auto falante) Kim, pra você!
(Kim perde o equilíbrio.)
Kim: (Gritando)
(A heroína se segura na faixa, e acaba rasgando-a.)
Meninas: Kim!
Wade: Pista quente do roubo do Nakasumi. Pode parar o treino?
Kim: Eu queria estar em qualquer outro lugar.

Rufus: (Tremendo de frio)
Ron: Eu disse para trazer o casaco, Rufus. Carecas e neve não combinam.
Kim: Ta bom, vamos rever o que sabemos.
Ron: Certo. Suspeito... Joshua Wendell Mankey.
Kim: Estou falando do esconderijo do Drakken.
Ron: Ah, sobre isso eu não sei.
Kim: Pera aí, o nome do meio é Wendell?
Ron: Pode ser.
Kim: Bela pesquisa você fez.
Ron: Asseguro que o resto do relatório é bastante objetivo.
Kim: Fofocas que ouviu pelo colégio?
Ron: Próximo. O Mankey rejeitou convites para Festa da Semana Social das seguintes garotas: Courtney Luke, Maria Rodriguez, Natasha Putin, Julia Roberts, nada a ver, e é claro, Bonnie Rockwaller. Nenhuma foto disponível.
Kim: Ele deu tchau pra Bonnie?
Ron: E a Bonnie deu tchau para mim, e também a Courtney, Maria, Natasha e a Julia. Ô Segundo Grau.

Heinrich: Crianças, chegamos.
Kim: Valeu a carona, Heinrich.
Heinrich: Kim, sua boba. É o mínimo a fazer depois que salvou a vila da avalanche ano passado.
Kim: Nada demais.
Ron: Mas, Heinrich, você tem filhas adolescentes que gostariam de ir à uma grande festa?
Heinrich: Nein!
Ron: Nein? Nome legal. Deixa ela ir.
Heinrich: Nein é não, ô!

Ron: Ah, só um pouquinho! Eu ajudei na avalanche!
Kim: Ajudou a começar. Vem!
Ron: Eu tô indo! Argh!
(Ron cai na neve.)
Rufus: Hmm, que tombo, hein.
Ron: Calado.

Kim: Responde, Wade.
Wade: Este é sem dúvida o mais recente esconderijo do Dr. Drakken. Invadi o sistema de segurança, mas é fechado. Ah, não deu pra desligar os sensores. Mas eu aumentei a frequência pra vocês poderem vê-los.
Kim: Valeu e obrigada.
(Wade aumenta a frequência dos sensores, e as linhas vermelhas aparecem diante de Kim.)
Ron: Ih, não é tão difícil. Whoaaaaa!

Kim: Ouviu, Ron, não podemos tocar nas linhas vermelhas. Ron?
(Ron cai em cima de Kim.)
Ron: Ai, ai! Kim, socorro!
(Os dois se separam.)
(Ron e Kim suspiram.)
(Rufus escorrega e acaba passando por uma das linhas vermelhas.)
Rufus: Ooh!
(Os alarmes são disparados.)
Ron: Aaaargh!
(Câmeras emergem do chão, detectando os dois adolescentes. Logo depois, uma armadilha é acionada.)

Kim: Nunca fui apanhada tão rápido. É quase tão embaraçoso quanto o ensaio da torcida, Ron.
Ron: Embaraçoso? Talvez, mas nos trouxe direto ao esconderijo do vilão.
Shego: Não liguem pra mim, só vim dar uma olhada.
(Kim passa pelos capangas e vai até aonde Shego está.)
Ron: Hmm, alguém pode me dar uma mãozinha?
Ron e Rufus: Kim!
(Kim joga o brilho labial pro Ron.)
Ron: Pra trás, capangas! Eu carrego um…
Capanga: Brilho labial?
Ron: Ah, brilho... Labial.
(Todos os capangas riem.)
Kim: Ron, abre e prende a respiração!
(O brilho labial é aberto, fazendo todos os capangas desmaiarem.)
Ron: (Respira) Mas o quê que é isso?

(A cena muda para o quarto de Wade.)
Mãe do Wade: Wade, quem me dera você parasse de pegar as meias do seu pai.
Wade: Mãe, eu preciso delas!
Mãe do Wade: Pra que?
Wade: São vitais para minha fórmula fedida secreta!

(A cena muda novamente, dessa vez, para a luta entre Kim e Shego.)
Kim: (Suspiro)
Shego: Ai, desculpa. Não tem prêmio pro segundo lugar.
Kim: Ron, me passa o brilho!
(Ron joga de volta para Kim. A heroína prende a respiração e abre o brilho labial.)
Shego: Aaah, que fedor! (Shego desmaia.)

Ron: Ah, é!
Kim: Valeu, gente. Agora, aonde...?
Drakken: Ah, minha púbere-rival e o bobalhão.
Ron: Ah, só que esse ”bobalhão” sabe o seu plano secreto. Quer roubar o Natal!
Drakken: Está frio.
Kim: Eu disse que era um plano pra conquistar o mundo, Ron!
Drakken: Olhem, enquanto essa linha de montagem se transforma no maior robô-guerreiro!
(O Robô é montado.)
Robô: Konnichiwa.
(O Robô pega um tanque de guerra e o quebra em dois.)
Ron: Seria tão legal se não fosse machucar a gente.
(Drakken atira lasers com sua nova invenção, Kim e Ron se escondem.)
Ron: Não tenha medo, Kim!
Kim: Não tenho.
Ron: Então sou eu que tenho.
Kim: Wade, estamos lutando com um robô guerreiro gigante.
Wade: Que era o robô da linha de montagem. De acordo com esses esquemas, Nakasumi-San instalou um módulo de invasão.
Rufus: Hã?
(Drakken descobre onde os heróis estão escondidos e tenta esmagá-los. Por sorte, eles conseguem desviar.)
Robô: Konnichiwa.
(O vilão mira lasers nos heróis.)
Drakken: (Gargalhando)
Robô: Konnichiwa.
(Lasers são atirados em Kim, mas ela desvia facilmente.)
Drakken: Porque tinha que ser uma líder de torcida? Se ela fosse do grupo de debate, eu já teria a vaporizado!
Robô: Konnichiwa.
Drakken: Ela sumiu. Não é possível!
Ron: O nome dela é Possible. Kim Possible. Anota isso aí, cara.
Robô: Konnichiwa.
(Lasers são atirados em Ron, mas ele consegue se esconder)
Ron: Ô, ô, eu só distraio!

(Kim está subindo nas costas do robô.)
Kim: Onde será que está esse módulo de invasão?
(Uma câmera aparece na frente de Kim, ela a quebra com um soco.)
Drakken: Sai das minhas costas!
(O braço do Robô arranca parte do metal das costas, revelando o módulo de invasão.)
Kim: Oba!
(Kim pluga o Kimmunicador na entrada do Robô.)
Kim: Boa sorte.

Wade: Entrei!
Computador: Senha solicitada.
Wade: Hã? Que ótimo. Ah, Nakasumi?
Computador: Acesso negado.

Ron: Tesoura voadora!
(Uma garra surge do Robô e captura Ron.)
Robô: Konnichiwa.
Ron: Eu tô de cabeça pra baixo.
Drakken: Ah, o bobalhão!
(Rufus cai do bolso de Ron.)
Ron: Rufus!
Rufus: Oh!
(Kim usa seu secador, e salva Rufus.)
Drakken: O que?!

Drakken: Você devia ter virado babá! O que a levou a pensar que uma adolescente qualquer poderia me derrotar?
Wade: Uh, Z-Boy?
Computador: Acesso negado.
Wade: Não temos tempo pra isso.
Robô: Konnichiwa.
Wade: Konnichiwa!
(O Robô é desligado.)
Wade: Na mosca!
Kim: Wade!
Drakken e Ron: O que?
(Uma garra captura o vilão e o deixa de cabeça pra baixo.)
Drakken: Não!
Ron: Dançou.
Drakken: Que feio.
(Shego lança uma das armas dos capangas em direção ao Kimmunicador e o destrói. As duas começam a lutar dentro dos controles do robô. O mesmo começa a girar descontroladamente.)
Drakken e Ron: Aaaaargh!
(O robô para de girar.)
Ron: (Ância)
(Shego esbarra em duas alavancas dentro do sistema de comando do robô, fazendo as garras que estavam segurando Drakken e Ron se abrirem.)
Drakken: Aaargh!
Ron: Oh! Aaargh!
(Drakken se agarra no robô, enquanto Ron escorrega por uma das pernas.)
(Shego puxa uma alavanca do Robô, que joga Kim para fora dele.)
Shego: Tchau, Kimzinha!
Kim: (Grito)
(Rapidamente, Kim usa seu secador e consegue atirar um gancho no robô, evitando sua queda. A corda fica enroscada nas pernas da máquina, e ela vai ao chão.)
Drakken: Whoa!
(Kim aciona os foguetes em seu sapato, salvando Ron e Rufus de serem esmagados pelo robô.)
Ron: Rápido, rápido, rápido, rápido!
(Shego e Drakken estão pendurados em uma pequena pilastra)
Drakken: Você acha que está com tudo, mas não está com nada!

Ron: Ô Kim, o Drakken está na prisão, o Natal foi salvo. O quê que tá pegando?
Kim: Tá, pra começar, ele não tentou roubar o Natal. E derrotar o Dr. Drakken foi mole comparado a isso.
Ron: Mandando a real, Kim. Se você derrotou um super vilão internacional, você da conta do Josh Mankey.
(O Kimmunicador toca.)
Wade: Kim, ele saiu da terceira aula e está indo para o seu lado.
Kim: Quê?
Wade: Suspeito, Mankey. Eu triangulei a posição pelo satélite GPS. Está chegando aí.
Kim: (Aflita)
(A garota abre a porta do armário do faxineiro e entra nele. Depois, ela puxa Ron para dentro.)
Ron: Agora você passou dos limites.
Kim: Eu não consigo, Ron.
Wade: O alvo está andando. Chegando em quatro, três, dois... Está em cima de você!
Kim: Acho que vou desistir.
Ron: Eu repito, (Usando o auto falante) você dá conta disso!
(A garota sai do armário do faxineiro.)
Kim: (Suspirando)
Josh: Oi.
Kim: Oi. É, Josh, é... Me desculpa pela faixa, sabe, aquela que eu rasguei.
Josh: Ela não estava boa mesmo.
Kim: Ah, que ótimo! Quer dizer, que pena. A nova é melhor?
Josh: Muito. Só não rasga essa não.
Kim: É claro que não. Então, acho que vejo você na festa, né? Talvez eu veja você lá.
Josh: Lá na festa?
Kim: É. Talvez você esteja lá, e quem sabe comigo.
Josh: E você o que, me chamou pra ir à festa?
Kim: Eu sei, eu sei, eu pareço confusa, mas sim, sim, eu chamei.
Josh: Show.
Kim: De bola.
Josh: Eu te pego às sete.
Ron: (Usando o auto falante) E eu preciso de carona!
Ron: (Usando o auto falante) Uh, você podia passar às 7:15! Na verdade, minha mãe tem que passar a minha calça. Então, que tal às 7:30?

(Na Festa da Social)
(Música: I.C.U. (And My Heart Just Stops))
...Our love grows
I see you and my heart just stops
Just one look and I'm with an angel
(O Kimmunicador toca, mas Kim o desliga.)
I see you and I see my world
Every time that you hold me, girl.
I see you and my heart...

Ron: (Usando o auto falante) Oi! Alguém me tira daqui! Anda, eu sou um tremendo pé de valsa!